SUÍNOS: Exportação sustenta preço interno

O bom desempenho das exportações de carne suína em maio contribuiu para controlar o volume disponível no País e, conseqüentemente, elevar as cotações. O suporte continua vindo também da maior procura pela carne suína neste período do ano (temperaturas mais baixas). Foram 54,6 mil toneladas de carne suína in natura embarcadas em maio, o maior volume registrado para o período de 23% superior ao de abril, de acordo com dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior). O volume também superou o exportado em maio de 2007, em 17,4%. O preço médio da carne exportada foi de US$ 2.906,59/tonelada, um recorde. Em relação à média de abril deste ano, a valorização foi de 4,7% e sobre igual período de 2007, de 40,6%. Entre 30 de maio e 5 de junho, o suíno vivo apresentou alta de 0,62% em Campinas (SP), fechando a R$ 3,12/kg nessa quinta-feira, 5. Para a carne negociada no atacado da Grande São Paulo, o aumento foi de 0,56%, para R$ 4,36/kg. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado