SUÍNOS: Falta de animais e exportações mantêm preços em alta

Na última semana, a falta de animais e o bom desempenho das exportações continuaram impulsionando os preços do suíno vivo e da carne. Atacadistas e representantes de pequenos frigoríficos que comercializam apenas no mercado doméstico não estão conseguindo repassar ao consumidor o acréscimo concedido aos produtores. Muitos frigoríficos não irão abater no feriado, visando acumular a oferta de animais vivos nos dias sem atividade. Com isso, poderia haver uma estabilização ou mesmo uma queda dos preços do suíno vivo que deveria ser repassada para a carne, mesmo com o início de mês sendo favorável às vendas finais. Agentes afirmam, ainda, que apenas os frigoríficos de exportação estão conseguindo pagar os valores pedidos. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado