SUÍNOS: Frio ainda não eleva preços

Cepea, 30 - As cotações tanto da carne suína como do animal vivo seguem em queda, pressionadas pela oferta excedente, resultado da combinação de maior produção e embargo russo. A chegada do inverno contribuiu para aumentar as vendas de carne - como normalmente ocorre neste período do ano-, mas ainda não garantiu altas de preços na maioria das regiões. O cenário baixista é mais evidente no Sul do País, pólo exportador. Em Concórdia (SC), o animal vivo desvalorizou 8,44% no acumulado de junho, até essa quinta. Em Campinas (SP), a queda é de 3,72% no mesmo período. Nessa região, contudo, já estão sendo observados negócios a valores mais altos. Já a carcaça especial caiu 1,26% no mesmo período no atacado de SP.
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado