SUÍNOS: Preço cai 23% em maio no RS

Pressionados pelo desequilíbrio entre oferta e demanda e pela continuidade das temperaturas elevadas, os preços do suíno vivo recuaram em maio na maioria das praças de negociação. Mas foi no Rio Grande do Sul que a baixa surpreendeu, atingindo 23% no período. Naquele estado, a exportação, que vinha sustentando os preços, perdeu força no período. No final do mês, as cotações seguiram em queda, influenciadas também pelo tradicional recuo do consumo no período e pelo barateamento de carnes substitutas. A situação do mercado suinícola começa a preocupar, especialmente o setor produtivo, que amarga um estreitamento da margem de comercialização. Está fora de questão, contudo, uma crise como a que atingiu o setor em 2002, já que os preços dos principais componentes da ração permanecem estáveis. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado