SUÍNOS: Preços voltam a cair com recuo de frigoríficos

Os preços do suíno vivo voltaram a cair nos últimos dias. Na Grande Campinas (SP), o quilo do animal vivo foi negociado a R$ 2,35 nessa quinta-feira, 15, recuando 1,10% nos últimos sete dias. Com o embargo russo às carnes suína e bovina dos maiores estados produtores do Brasil, frigoríficos decidiram reduzir a compra de animais no País. Por enquanto, o se percebe de fato é um "estado de alerta" no mercado interno de suínos. A Rússia é o maior comprador do produto brasileiro (60% das vendas externas). A manutenção do embargo no próximo ano teria, portanto, efeitos catastróficos. A esperança, neste momento, é que as missões brasileiras enviadas à Rússia consigam reverter a decisão daquele país pelo menos para alguns estados produtores, como Santa Catarina e Rio Grande do Sul, primeiro e terceiro maiores exportadores do País e que não registraram focos de aftosa. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado