SUÍNOS: Setembro inicia em queda

Neste início de setembro, as cotações do suíno vivo caíram em algumas praças. Agentes do mercado afirmam que os dias de abate diminuíram em função do feriado de 7 de setembro. Entre 1º e 8 de setembro, houve recuo de 0,52% na Grande Campinas - importante praça de comercialização do País. Entre a primeira semana de agosto e a primeira de setembro, contudo, as cotações do animal vivo subiram. A valorização é atribuída à oferta mais controlada, reflexo do bom resultado das exportações e do consumo um pouco melhor com o clima mais frio. Em agosto, o Brasil exportou 59,1 mil toneladas de carne suína, volume 5,9% menor que o de julho. O total obtido em receita foi de US% 112,5 milhões, montante 9% inferior ao do mês anterior. Apesar do desempenho um pouco mais fraco, o patamar das exportações se mantém historicamente elevado. A receita obtida com as exportações chega a US$ 759 milhões no acumulado do ano, o que já supera em 1,5% o total de 2004 (US$ 747,7 milhões). Comparando o acumulado de 2005 (até agosto) com os oito primeiros meses de 2004, o aumento é de 24,5% em receita e de 69,63% em volume. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado