SUÍNOS: Setor ainda depende muito da Rússia

A Rússia absorveu 61,1% das exportações brasileiras de carne suína no primeiro semestre deste ano. Isso mostra o quanto o setor suinicola ainda é bastante dependente daquele país. Para agentes do setor, os fatos de a Rússia consumir muito e remunerar melhor sustentam a importância deste mercado para o Brasil.Os demais importadores situados no topo do ranking ainda respondem por parcelas bem menores: Hong Kong, por 10,42%, África do Sul, por 3,74% e Argentina, também por 3,7%, segundo dados da Abipecs (Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína). É certo que houve crescimento dos embarques para outros países. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado