SUÍNOS: Setor aposta em fim do embargo e preço sobe

O setor suinícola está cada vez mais otimista quanto à reabertura total do mercado russo à carne brasileira - somente o Estado de Santa Catarina tem autorização para exportar ao país, desde novembro. Na última sexta-feira, 18, o governo brasileiro encaminhou a Moscou mais um relatório com informações sobre o sistema de vigilância sanitária do País. A expectativa é que, recebendo o documento, os russos agendem uma data para receber missão técnica do Brasil que irá tentar suspender o totalmente o embargo. No mercado interno, os preços do suíno vivo voltaram a reagir, depois de um período pressionados pela menor demanda por carne no início deste ano (férias, calor, carnaval e continuidade do embargo russo). Frigoríficos aumentaram a procura pelo animal, receando que os preços internos subam mais nos próximos dias, com a possível reabertura do mercado russo. A mesma expectativa tem feito com que, por outro lado, os produtores recuem. (Cepea)
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado