Mercado de Trabalho do Agronegócio

                                                                                           

 

Clique aqui e acesse a planilha do Mercado de Trabalho

 

Clique aqui e acesse a página com Especiais Temáticos

 

Variação na população ocupada (PO) do agronegócio e seus segmentos (3º tri de 2019 x 2º tri de 2019):

 

Insumos

-0,43%

Primário

-1,51%

Agroindústria

2,04%

Agrosserviços

0,37%

Agronegócio total

-0,15%

Boletim Mercado de Trabalho

(3º tri de 2019)

 

 

Comentários do 3º trimestre de 2019:

 

O número de pessoas ocupadas (PO) no agronegócio brasileiro seguiu estável no terceiro trimestre de 2019 (de julho a setembro), somando 18,33 milhões, pequena queda de 0,15% frente ao trimestre anterior, mas ligeiro aumento de 0,13% em relação ao terceiro trimestre de 2018. Esses dados são resultados de pesquisas realizadas pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, em parceria com a Fealq (Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz). 

 

Já quando considerado o contingente de ocupados no País como um todo, houve aumento de 1,59% entre o terceiro trimestre de 2019 e o mesmo período do ano anterior. Dessa forma, segundo cálculos do Cepea, a participação do agronegócio no mercado de trabalho brasileiro foi de 19,54% no terceiro trimestre de 2019, ligeiramente menor que o observado no trimestre anterior, de 19,67%.

 

Pesquisadores do Cepea indicam que os segmentos que sustentaram o resultado estável no número de pessoas ocupadas no agronegócio foram a agroindústria e os agrosserviços, visto que houve recuo na população ocupada nos segmentos de insumos e primário.

 

Especificamente para a agroindústria, pesquisadores do Cepea destacam que a maior contribuição paro o aumento de postos de trabalho no segmento adveio das agroindústrias de base pecuária, com crescimento de 2,30% na comparação entre o terceiro e o segundo trimestre de 2019. Ressalta-se, neste caso, que a maior demanda internacional por carne brasileira, especialmente por parte da China, devido aos casos de Peste Suína Africana (PSA), tem resultado em aumento de postos de trabalho nesta atividade.

 

CAI PARTICIPAÇÃO FEMININA – Pesquisadores do Cepea indicam que, no terceiro trimestre de 2019 frente ao anterior, verifica-se crescimento da mão de obra masculina, 0,21% em detrimento da feminina, que recuou 1%. Já quando comparado os terceiros trimestres de 2019 e de 2018, a tendência segue de aumento, ainda que modesto, da participação da mulher no campo.

 

Análises:

3º tri de 2019: Pessoal ocupado: estabilidade no número de ocupados no agronegócio

2º tri de 2019: Número de ocupados no agronegócio cresce no segundo trimestre de 2019

1º tri de 2019: Insumos e agrosserviços mantêm PO estável no 1º tri, mas agropecuária segue com redução

2018: População ocupada no agronegócio de mantém estável em 2018

3º tri de 2018: Número de ocupados no agro é o maior desde 2016

2º tri de 2018: Empregos sem carteira assinada e os de maior qualificação crescem no 1º semestre

1º tri de 2018: Pessoal ocupado no agronegócio cresce no 1º tri, impulsionado pelos elos industriais

2017: Em 2017, PIB cresce, mas agronegócio tem menos ocupados

 

Contato

pibcepea@usp.br

Equipe

Equipe

Coordenador científico do Cepea
Geraldo Sant'Ana de Camargo Barros, Ph.D 

 

Pesquisadores Cepea
Nicole Rennó de Castro, Dra.
Adriana Ferreira Silva, Dra.
Gabriel Costeira Machado, Ms.
Felipe Miranda de Souza Almeida, Ms. 

 

Equipe de apoio
Ana Carolina Morais, Bel.

Séries de Preços

Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado