Leite ao Produtor CEPEA/ESALQ - Estados e Média Nacional (R$/litro)

Para acessar a metodologia completa clique aqui. 

 

Especificação do produto: Preço do leite cru integral refrigerado, definido na Instrução Normativa IN-62 de 29 de dezembro de 2011, negociado entre produtores e indústria/cooperativa de laticínios, em Reais por litro (R$/litro).

Os preços líquidos representam os valores “recebidos” pelos produtores e não contém frete e impostos.

Os preços brutos representam os valores “pagos” ao produtor e consideram frete e impostos.

Os valores coletados se referem aos preços pagos/recebidos pelo leite no mês corrente, relativos ao volume captado no mês anterior.

Periodicidade: Cooperativas e indústria de laticínios.
Periodicidade: Mensal;
Preço médio: Definido como a média ponderada dos preços pelos volumes negociados, considerando todos os estratos produtivos.
Preço médio do menor estrato de produção: Definido como a média ponderada dos preços pelos volumes negociados com produtores cuja captação diária seja menor igual a 200 litros de leite por dia.
Preço médio do maior estrato de produção:  Definido como a média ponderada dos preços pelos volumes negociados com produtores cuja captação diária seja maior que 2000 litros de leite por dia.
Preço médio mesorregional: Média ponderada dos preços pelos volumes mensais negociados de cada produtor em sua mesorregião.
 
Preço médio estadual: Média ponderada dos preços mesorregionais pela participação do respectivo volume em relação ao total captado do Estado - para o menor estrato, maior estrato e, igualmente para a média geral (para esta, leva-se em conta todas as informações, independente do estrato produtivo).
Média "Brasil": A média “Brasil” é obtida pela ponderação dos preços médios estaduais de BA, GO, MG, SP, PR, SC e RS pelas suas respectivas participações (em termos percentuais) na produção formal média de leite dos últimos cinco anos para o mês da captação. 
Os dados da produção formal são obtidos na Pesquisa Trimestral de Leite (PTL) divulgada pelo IBGE. Todo ano a sazonalidade é atualizada em janeiro considerando-se os últimos cinco anos completos de dados disponíveis.
Histórico disponível para consulta:

Preços brutos: desde julho de 1994, para GO, MG, SP, PR e RS; desde setembro de 1998 para BA; desde agosto de 2005 para Santa Catarina.

Preços líquidos: desde agosto de 2004 para BA, GO, MG, SP, PR e RS; desde agosto de 2005 para Santa Catarina.

Histórico da "Média Brasil" (BA, GO, MG, SP, PR, SC e RS): Preços brutos e líquidos: desde agosto de 2005.
Importante:

A metodologia descrita acima passou a ser considerada em janeiro de 2019.

Para entender a alteração metodológica, clique aqui.

Para consultar metodologia utilizada até dezembro de 2018, clique aqui

Fonte: Cepea

Contato

Equipe

Equipe

Coordenador
Geraldo Sant'Ana de Camargo Barros, Ph.D 
Professor do Depto. de Economia, Administração e Sociologia Esalq/USP

 

Pesquisador responsável
Sergio De Zen, Dr. 
Professor Depto. de Economia, Administração e Sociologia
sergdzen@usp.br


Pesquisadora
Natália Salaro Grigol, M.a
natalia.grigol@cepea.org.br


Analista
Juliana Cristina dos Santos


Equipe de apoio
Munira Nasrrallah

Laura Medeiros

Laiane Aparecida dos Santos

Séries de Preços