BOI/CEPEA: Arroba e carne no atacado atingem patamares recordes reais

Clique aqui e baixe o release completo em word.

 

Cepea, 14/11/2019 – A pecuária nacional tem passado por um momento distinto. De acordo com dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, os preços da arroba negociada no mercado paulista e os da carne no atacado da Grande São Paulo alcançaram patamares recordes reais.

 

Nessa quarta-feira, 13, o Indicador do boi gordo ESALQ/B3 fechou a R$ 190,95, bem próximo do recorde real, de R$ 191,89, registrado em abril de 2015 – todos os valores da série histórica do Cepea, iniciada em 1994, foram deflacionados pelo IGP-DI de outubro de 2019. No acumulado parcial deste mês (de 31 de outubro a 13 de novembro), o Indicador registra forte avanço de 12%. Levantamentos do Cepea, inclusive, já tem verificado que a arroba chega a ser negociada por R$ 200,00 em algumas regiões do estado de São Paulo.

 

O preço da carne (carcaça casada de boi – que, vale lembrar, é formada por 48% de traseiro, 38% de dianteiro e 14% de ponta de agulha) negociada no atacado da Grande São Paulo tem atingido sucessivos recordes reais da série do Cepea, iniciada em 2001, desde sexta-feira, 8. Nessa quarta-feira, 13, a média à vista da carcaça casada do boi foi de R$ 12,74/kg, 3,75% acima do recorde anterior, de R$ 12,28/kg, observado também em abril de 2015.

 

Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário é resultado das aquecidas demandas externa e interna e da baixa oferta de animais prontos para abate. Do lado da demanda, no mercado doméstico, é comum observar certo aquecimento nas vendas nesta época do ano, quando atacadistas se abastecem, à espera de aumento na procura por carne, devido às típicas festas e churrascos. No caso das exportações, pesquisadores do Cepea destacam que o volume embarcado pelo Brasil se mantém acima das 100 mil toneladas desde julho de 2018, resultado que tem sido influenciado especialmente pela demanda chinesa – nesta semana, inclusive, novas plantas frigoríficas brasileiras foram habilitadas para exportar carne ao país asiático.

 

Em outubro, vale lembrar, o volume de carne bovina exportada pelo Brasil foi recorde e, nestes primeiros seis dias úteis de novembro, o País já registrou embarque de 37 mil toneladas da proteína, com média diária de 6,2 mil toneladas, um pouco abaixo das 7 mil toneladas em outubro/19 e das 6,5 mil toneladas em novembro/18, segundo dados da Secex. Ainda assim, caso esse ritmo permaneça até o final do mês, as exportações somariam cerca de 120 mil toneladas.

 

Quanto à oferta de animais, segue restrita em todas regiões acompanhadas pelo Cepea. De modo geral, o crescente abate de fêmeas em anos recentes resultou em restrição de oferta de animais. Nesse sentido, a pecuária nacional vai ter que responder com aumento de produtividade para conseguir atender à crescente demanda por novos lotes para abate, tendo em vista que o abate de fêmeas atingiu volumes recordes nos primeiros meses deste ano.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações sobre o mercado pecuário aqui e por meio da Comunicação Cepea: (19) 3429-8836 / 8837 e cepea@usp.br.

06/11/2008 - CUSTOS BOI: Pecuária nacional confirma liderança mundial
  • Barreiras européias versus livre mercado
  • BR tem o menor ganho de peso diário, mas é altamente competitivo
  • Mesmo com sal supervalorizado, produtor não reduz consumo - 05/11/2008 - PECUÁRIA DE CORTE BRASILEIRA: Impactos ambientais e emissões de gases efeito estufa (GEE) - 31/10/2008 - LEITE: Preço cai e oferta cresce bem menos que nos anos anteriores - 27/10/2008 - MACRO: Índices de Exportações do Agronegócio
  • BR: Agronegócio exporta menos que em 2007
  • REG: Só CO e NE aumentam em 3% exportação
  • Conclusões
  • -
    09/10/2008 - PIB: Análise do PIB Agro de jul/08
  • Semestre inicia com desaceleração em insumos e dentro da porteira
  • Insumos: diminui o ritmo de crescimento de preços
  • Atividades dentro da porteira perdem aceleração - 02/10/2008 - LEITE: Terceira queda e ainda mais acentuada - 30/09/2008 - CUSTOS BOI: Análise junho/2008
  • Pela 1ª vez, arroba sobe mais que custo no 1º sem
  • Só em 4 estados situação é favorável ao produtor
  • Carne: agora o crescimento é do preço - 29/09/2008 - CUSTOS BOI: Análise maio/2008
  • Ganho de produtividade vem de recursos próprios
  • Alta dos custos ultrapassa 21% em apenas 5 meses
  • Inflação prejudica produtores e consumidores - 19/09/2008 - PIB AGRO MG: Agronegócio mineiro cresce quase 10% no primeiro semestre - 16/09/2008 - MILHO: Indicador do Cepea passa a liquidar contrato futuro do milho - 02/09/2008 - LEITE: Preço médio do leite é 7% menor que o de 1 ano atrás - 21/08/2008 - AGRONEGÓCIO: Commodities em alta de novo? - 21/08/2008 - CUSTOS BOI: Análise abril/08
  • Novos caminhos na análise de rentabilidade
  • Criar bezerros dá maior retorno ao pecuarista
  • Preços dos insumos seguem em disparada
  • Alta dos custos persiste e bate novo recorde - 14/08/2008 - AGRONEGÓCIO: O produtor pode ter caído mais uma vez na armadilha dos ciclos de mercado - 05/08/2008 - CUSTOS SOJA: Segundo trimestre de 2008
  • Preço do adubo quase dobra frente ao da safra 07/08
  • Quanto custa produzir soja no BR, AR e EUA? -
  • voltar
    Preencha o formulário para realizar o download
    x
    Deseja receber informações do Cepea?

    Digite este código no campo ao lado