CEPEA: Estudo mostra que exportações do agronegócio já são taxadas

Clique aqui e baixe o release completo em word.

 

Clique aqui e acesse o estudo completo.

 

Cepea, 7/01/2020 – Tem sido cogitada a volta da taxação das exportações do agronegócio. No entanto, estudos realizados por pesquisadores do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, mostram que as exportações do agronegócio já vêm sendo taxadas fortemente. Trata-se da taxação cambial. 

 

Segundo cálculos do Cepea, de 2000 a 2019, os preços em dólares dos produtos exportados pelo agronegócio cresceram 53%, mas, quando internalizados pela taxa real de câmbio, diminuíram 25%. Mesmo assim, o volume exportado foi multiplicado por 4,54.

 

Nesse cenário, o Faturamento do País com as Exportações do Agronegócio (FPEA) passou de R$ 151 bilhões em 2000 para R$ 704 bilhões em 2019 (até setembro), enquanto o Faturamento do Agronegócio com essas Exportações (FAE) passou de R$ 151 bilhões para R$ 386 bilhões. Cálculos do Cepea mostram que, logo, as Perdas Cambiais do Agronegócio com Exportações (PCAE) somaram R$ 4,3 trilhões em valores de setembro de 2019. 

 

Trata-se de um imposto de 44% sobre o faturamento das exportações do agronegócio. A taxação cambial subiu de 4% em 2004 a 63% em 2011, ficando em 45% atualmente. Isso só tem sido possível porque a produtividade do agronegócio reduz custos.  

 

Pesquisadores do Cepea destacam que o ponto focal desta análise não é, de forma alguma, que o agronegócio pleiteia uma “política cambial” que desvalorize o câmbio real, mas, sim, que não se crie uma taxação fiscal que aumente a carga substancial de taxação cambial que já recai sobre o setor. Como opera em concorrência, o agronegócio produz no limite em que custos médios e marginais e preços se aproximam num equilíbrio delicado proporcionado pela produtividade crescente derivada dos investimentos públicos e privados em inovações e, portanto, em tecnologia aplicada no campo brasileiro. 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações aqui e por meio da Comunicação Cepea, com o prof. Geraldo Barros e a pesquisadora Nicole Rennó: (19) 3429-8836 / 8837 e cepea@usp.br

17/09/2020 - O Boletim do Leite de setembro já está disponível em nosso site! - 14/09/2020 - HF BRASIL/CEPEA: Equipe avalia impacto de cenário econômico sobre cadeia de HF - 11/09/2020 - MERCADO DE TRABALHO/CEPEA: Com covid-19, população ocupada no agro cai com força no 2º trimestre - 09/09/2020 - O Boletim do Suínos de agosto está disponível em nosso site! - 08/09/2020 - Estão disponíveis as agromensais de agosto/2020 - 04/09/2020 - Está disponível no site do Cepea o relatório de Custos de Produção de Grãos - 31/08/2020 - LEITE/CEPEA: Preço ao produtor atinge recorde real em agosto/20 - 24/08/2020 - GRÃOS/CEPEA: Mercado spot de soja supera R$ 130/sc no porto; produtor negocia oleaginosa que será colhida em 2022 - 19/08/2020 - O Boletim do Leite de agosto já está disponível em nosso site! - 17/08/2020 - HF BRASIL/CEPEA: Novos hábitos de consumo de HF adquiridos na quarentena podem continuar no pós-pandemia - 12/08/2020 - ARROZ/CEPEA: Indicador atinge a casa dos R$ 73/sc, recorde real da série do Cepea - 11/08/2020 - ESPECIAL/CEPEA: Em meio à pandemia, auxílio emergencial aumenta a renda e reduz a pobreza no Brasil rural - 07/08/2020 - O Boletim do Suíno de julho está disponível em nosso site! - 07/08/2020 - MERCADO DE TRABALHO/CEPEA: Após forte efeito negativo em maio, impactos da covid-19 sobre população ocupada na agropecuária se estabilizam em junho - 06/08/2020 - PIB-Agro/CEPEA: PIB agro segue em alta em maio e crescimento no ano é de 4,62% -
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado