EXPORT/CEPEA: Volume exportado cresce, mas faturamento se mantém estável no início de 2019

Clique aqui e baixe release completo em word

 

Cepea, 19/06/2019 – Após atingirem volume recorde no ano passado, os embarques dos produtos do agronegócio brasileiro se mantêm firmes em 2019. De acordo com pesquisas realizadas pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, de janeiro a abril deste ano, as exportações (em quantidade) dos produtos do agronegócio brasileiro cresceram 8% frente às do mesmo período de 2018.

 

Já o faturamento em dólar se limitou a crescer apenas 0,3% no mesmo período. Neste caso, pesquisadores do Cepea destacam que foi a queda dos preços médios em dólar que não permitiu ao setor obter um faturamento maior no primeiro quadrimestre deste ano. Além disso, a valorização da moeda nacional reduziu a atratividade das vendas agrícolas brasileiras. Nesse sentido, foi o volume exportado que manteve o faturamento em dólar do setor no início de 2019 em patamar positivo.

 

PRODUTOS EXPORTADOS – Quando comparado o primeiro quadrimestre deste ano frente ao mesmo período de 2018, o algodão em pluma foi o produto que registrou o aumento mais significativo nos embarques, de 75%. As vendas externas de milho e café também apresentaram crescimentos expressivos, de 42% e 32%, respectivamente.

 

Pesquisadores do Cepea indicam que o ano tem se apresentado promissor para algodão, milho e carnes. Há expectativa de que as carnes continuem apresentado aumentos nas vendas externas, principalmente para os países asiáticos. No caso do algodão, exportadores brasileiros conquistaram a segunda posição no ranking de vendas internacionais do produto.

 

DESTINO – A China segue como principal parceira comercial do setor, mas tem uma pauta muito concentrada nos produtos do complexo da soja, com destaque para soja em grão. A Europa é o segundo maior destino dos produtos agrícolas e os Estados Unidos são o terceiro. Países que compõem o grupo “outros” também têm participação significativa de 30% nas exportações brasileiras totais, com destaque para os asiáticos.

 

2019 – Este deve ser mais um ano de boa colheita de grãos, o que deve manter elevada a disponibilidade dos produtos, tanto para consumo doméstico quanto para exportação. O exportador deve se manter atento à disputa comercial entre China e Estados Unidos, tendo em vista que esse contexto favorece o Brasil, que pode manter fatia maior nas exportações de produtos agrícolas à China, inclusive para o mercado de carnes. Por outro lado, os preços no mercado internacional têm se reduzido.

 

Há que se considerar, também, o efeito do câmbio. O Real tem se desvalorizado com mais força nos últimos meses, o que ajuda a manter a atratividade dos produtos brasileiros no mercado externo, favorecendo o crescimento do volume exportado. Caso a moeda nacional se mantenha mais desvalorizada, o faturamento em Real do setor pode continuar crescendo em 2019.

 

Veja relatório completo aqui.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações sobre as pesquisas do Cepea a respeito do mercado de exportação agro aqui e por meio do Laboratório de Informação do Cepea com a pesquisadora Andréia Adami: (19) 3429-8836 / 8837 ou cepea@usp.br

19/01/2009 - SUÍNOS: Demanda do consumidor brasileiro garante bons preços - 16/01/2009 - MANDIOCA: 2008 foi melhor para a cadeia produtiva, mas 2009 requer atenção - 15/01/2009 - RETROSPECTIVA 2008: Açúcar & Álcool, Algodão, Arroz, Boi, Café, Milho, Soja, Trigo, Citros, Mandioca, Suínos e Frango - 13/01/2009 - PIB AGRO MG: Agronegócio mineiro segue desacelerando - 08/01/2009 - PIB BR: Agronegócio entra no vermelho - 30/12/2008 - LEITE: Média anual é a maior, mas setor fecha 2008 em alerta - 19/12/2008 - PIB AGRO MG: Indústria ganha fôlego, mas agronegócio mineiro segue desacelerando - 15/12/2008 - CUSTOS BOI: Vale a pena investir em época de crise?
  • Preços da carne estarão mais altos em dez anos
  • Sal mineral recua pela primeira vez no ano
  • COE E COT voltam a subir em outubro - 04/12/2008 - LEITE: Menor produção ajuda a enxugar estoques - 02/12/2008 - ESPECIAL: Pesquisa mensura impacto do Bolsa Família sobre rendimento escolar - 01/12/2008 - PIB AGRO MG: Desaceleração generalizada no agronegócio mineiro - 27/11/2008 - CUSTOS BOI: Agropecuária brasileira sofre impacto da crise mundial
  • Produção deve crescer mais que demanda
  • Primeiros impactos da crise
  • Ritmo de alta reduz, mas não alivia elevação do ano - 24/11/2008 - ESPECIAL: Biocombustíveis, segurança alimentar e subsídios compensatórios - 24/11/2008 - ESPECIAL: Biofuels, food security and compensatory subsidies - 19/11/2008 - CUSTOS BOI: Confinamento no BR enfrenta os mesmos gargalos dos norte-americanos
  • Reposição chega a 62% do custo em MT
  • Insumos para construção civil impulsionam custos
  • Produtor de RO sente no bolso expansão da pecuária no estado -
  • voltar
    Preencha o formulário para realizar o download
    x
    Deseja receber informações do Cepea?

    Digite este código no campo ao lado