HF BRASIL/CEPEA: Maior produtividade de tomate e alface reduz custos de produção

Clique aqui e baixe release completo em word

 

Cepea, 13/06/2018 – A matéria de capa deste mês da revista Hortifruti Brasil, do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, indica que os custos de produção de tomate e de alface recuaram em 2017, devido à maior produtividade. Ainda que esse maior rendimento tenha causado excesso de oferta e, sobretudo, queda nos preços, acabou reduzindo os custos unitários. Além disso, no ano passado, o dólar esteve estabilizado, os juros, em queda e os gastos com mão de obra, menores, fatores que amenizaram a pressão sobre os custos de produção de tomate e da alface.

 

Pesquisadores da HF Brasil alertam, no entanto, que esses bons números ainda não impulsionaram a rentabilidade do produtor, devido à queda generalizada dos preços no ano passado, em decorrência da maior oferta e da demanda limitada.

 

10 ANOS DE LEVANTAMENTO DE CUSTOS DE TOMATE EM MOGI GUAÇU (SP) – Na edição de junho, a equipe da Hortifruti Brasil completa 10 anos ininterruptos de levantamento de custos de produção de tomate em Mogi Guaçu (São Paulo). De lá para cá, foram muitas as planilhas alimentadas e as análises realizadas, visando auxiliar o agricultor na tomada de decisão e a ter uma gestão sustentável. Todas as análises destes 10 anos estão disponíveis no site da HF Brasil.

 

Clique aqui para acessar a revista completa!

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações sobre as pesquisas do Cepea a respeito do mercado de hortifrutícolas aqui e por meio do Laboratório de Informação do Cepea com a pesquisadora Margarete Boteon: (19) 3429-8836 / 8837 ou cepea@usp.br  

voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado