O Boletim do Leite do Cepea de março está disponível em nosso site!

Cepea, 20/03/2019 - Nesta edição, confira:

 

“1º trimestre deve fechar com altas no preço ao produtor” 
O 1º trimestre de 2019 tem sido caracterizado pela menor oferta de leite no campo, pelo aumento da competição entre empresas para assegurar a compra de matéria-prima e por consequentes altas no preço ao produtor. Desde o início do ano, o valor do leite ao produtor acumulou alta de 13,7% na “Média Brasil” líquida. Esse movimento de valorização deve permanecer em março (referente à captação de fevereiro), mas em menor intensidade frente ao observado no mês anterior – de janeiro para fevereiro, a “Média Brasil” líquida subiu 10%. Leia mais.

 

“Demanda não absorve altas e UHT se estabiliza em fevereiro” 
Apesar de o preço da matéria-prima no campo permanecer em alta em fevereiro, o mercado não conseguiu transferir os aumentos para o UHT. Assim, após ter se registrado alta em janeiro, o preço do leite UHT negociado entre indústrias e atacado paulista ficou praticamente estável em fevereiro. Leia mais.


 
“Volumes exportado e importado crescem em fevereiro” 
Em fevereiro, o comércio internacional de leite esteve aquecido. O volume de lácteos (em equivalente leite) exportado pelo Brasil cresceu 19,2% em relação a janeiro/19, somando 6,5 milhões de litros. Já as importações aumentaram 14,9% na mesma comparação, totalizando 127 milhões de litros em equivalente leite. Leia mais. 

 

“Concentrado e mão de obra puxam aumento no 1º bimestre” 
Os custos de produção da pecuária leiteira registraram leve alta nos dois primeiros meses do ano. O Custo Operacional Efetivo (COE), que considera os desembolsos correntes das propriedades, acumulou alta de 0,33% na “média Brasil” (estados da BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP), influenciado principalmente pela valorização dos concentrados e da mão de obra, principais componentes dos custos das propriedades leiteiras do Brasil. Em fevereiro, o COE subiu 0,22% frente ao mês anterior, e o Custo Operacional Total (COT), que é o COE somado aos custos com depreciações, registrou avanço de 0,34%, atrelado às elevações dos custos com máquinas e implementos, de 2,74% e 3,57% respectivamente. Leia mais.

voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado