O Boletim do Suíno de abril está disponível no site!

Cepea, 12/05/2021 - Nesta edição, confira: 

 

Mercado em abril
Os preços do suíno vivo e da carne registraram movimento de recuperação em abril na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea, especialmente nas do Sudeste. Leia mais.

 

Preços e exportações
Após atingirem em março o maior volume da história, as exportações de carne suína recuaram em abril, mas seguiram apresentando ritmo aquecido. De acordo com dados da Secex, o Brasil exportou 97,2 mil toneladas da proteína (incluindo produtos in natura e industrializados) em abril, volume 9,9% menor que o recorde atingido em março, mas ainda 35,5% acima da quantidade de abril/20. Leia mais.

 

Relação de troca e insumos
Os preços do suíno subiram em abril na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. Esse movimento favoreceu a recuperação do poder de compra do suinocultor paulista frente ao farelo de soja, importante insumo de alimentação, que, por sua vez, registrou desvalorização. Frente ao milho, o cenário também melhorou um pouco para o suinocultor, tendo em vista que o avanço nos preços do animal vivo foi mais intenso que o observado para o cereal. Leia mais.

 

Carnes concorrentes
Com a valorização do suíno vivo – por conta das elevadas exportações de carne suína e da consequente maior procura da indústria pelo animal –, o preço da carcaça suína também subiu em abril. Leia mais.

voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado