OVOS/CEPEA: Instituto Ovos Brasil e Cepea retomam parceria

Clique aqui e baixe o release completo em word.

 

Cepea, 24/07/2020 – O Instituto Ovos Brasil (IOB) – entidade sem fins lucrativos de atuação nacional criado com a missão de expandir os conhecimentos sobre o ovo e, ainda, representar os interesses da cadeia produtiva – voltou a firmar parceria com o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. Vale lembrar que, em 2012, o Instituto e o Cepea estabeleceram uma parceria importante, que dela fez nascer o Projeto Ovos Cepea.

 

As primeiras divulgações do Cepea sobre o mercado de ovos ocorreram em maio de 2014, quando o Centro de Pesquisas passou a disponibilizar para a sociedade os preços dos ovos do tipo extra, branco e vermelho, em importantes regiões produtoras.

 

Agora, a recente retomada da parceria dá fôlego para que o Cepea reforce a geração de informações da cadeia de ovos, para que produtores rurais, demais agentes da cadeia, além de formadores de política, tomem decisões que, além de beneficiar as pessoas que trabalham nessas atividades, também contribuam para o bem-estar e o desenvolvimento da sociedade brasileira em geral.

 

METODOLOGIA – Diariamente, a equipe do Cepea consulta produtores, associações de produtores e compradores dos segmentos atacadista e varejista. Os preços coletados, por sua vez, são submetidos a diferentes tratamentos estatísticos. O objetivo deste procedimento de praxe do Cepea é identificar os critérios de cálculo que mais adequadamente representam a realidade deste mercado. Assim, são excluídos da amostra levantada no dia valores que extrapolem coeficiente de variação de 2,5 e, simultaneamente, estejam acima ou abaixo de dois desvios-padrão da média. A média diária é constituída por valores coletados no dia corrente e nos sete anteriores (média móvel de oito dias corridos).

 

O Cepea gera informações de duas categorias: produto posto no atacado (inclui frete, “CIF”) e a retirar na área de produção (“FOB”). Ao final de cada dia, esses colaboradores do Cepea recebem via e-mail a média diária, e a média semanal é divulgada no site do Centro de Pesquisas. Além disso, às sextas-feiras, também são enviados informativos semanais, que trazem informações mais refinadas sobre o comportamento do mercado nos dias anteriores.

 

Na categoria “CIF”, são divulgados preços de ovos postos na Grande São Paulo, Grande Rio de Janeiro e Grande Belo Horizonte. Em relação aos preços a retirar (“FOB”), os interessados dispõem de informações nas praças de Ribeirão Preto (SP), Bastos (SP), Guararapes/Mirandópolis (SP) e, mais recentemente, na Grande Campinas (SP) e Santa Maria de Jetibá (ES). Os produtos cotados se destinam exclusivamente ao consumo in natura – vendas para o uso industrial não estão incluídas.

 

Segundo Ricardo Santin, presidente do Conselho do Instituto Ovos Brasil, o IOB já realiza o trabalho de abrangência nacional no esclarecimento para a população sobre as propriedades nutricionais do ovo e os benefícios que este alimento proporciona à saúde. “Através do seu conselho administrativo, vendo que o setor de produção de ovos é carente quando o assunto são dados, resolveu ampliar o campo de atuação. O objetivo é proporcionar uma ferramenta que sirva como base para tomada de decisão dos produtores”, afirmou.

 

A atualização dos preços será realizada diariamente, estando disponível na área restrita do site para os associados. Foi organizada uma metodologia de pesquisa para que possa ser feita a formação do preço do ovo. Os referenciais de preços são compostos por ovos do tipo extra, branco e vermelho, comercializados por produtores de postura, incluindo também preços de compra de seus clientes, na unidade de caixa com 30 dúzias no atacado.

 

Outras informações sobre as pesquisas do Cepea a respeito do mercado de ovos aqui e por meio da Comunicação do Cepea: cepea@usp.br

14/01/2020 - LEITE/PERSPEC 2020: Oferta limitada deve sustentar preços ao produtor no curto prazo - 14/01/2020 - CITROS/PERSPEC 2020: Baixa produção em 2020/21 pode manter preços firmes - 14/01/2020 - INSUMOS PECUÁRIOS/PERSPEC 2020: Alta do boi no final de 2019 gera otimismo para 2020 - 14/01/2020 - SOJA/PERSPEC 2020: Nova safra recorde deve exigir demandas interna e externa aquecidas em 2020 - 14/01/2020 - MILHO/PERSPEC 2020: Menores estoques devem sustentar preços em 2020 - 13/01/2020 - OVINOS/PERSPEC 2020: Preços devem seguir próximos aos verificados em 2019 - 13/01/2020 - BOI/PERSPEC 2020: Oferta restrita e demanda firme podem seguir sustentando preços em 2020 - 13/01/2020 - SUÍNOS/PERSPEC 2020: Perspectiva é de que bom cenário de 2019 se repita em 2020 - 13/01/2020 - FRANGO/PERSPEC 2020: Demandas interna e externa aquecidas devem manter preços firmes em 2020 - 13/01/2020 - OVOS/PERSPEC 2020: Preços das carnes devem determinar ritmo de comercialização de ovos em 2020 - 12/01/2020 - CAFÉ/PERSPEC 2020: Possível menor oferta em 2020 pode manter preços firmes - 12/01/2020 - AÇÚCAR/PERSPEC 2020: Produção mundial pode se retrair, após duas temporadas de superávit - 12/01/2020 - ETANOL/PERSPEC 2020: Renovabio deve estimular retorno do crescimento da produção - 09/01/2020 - ARROZ/RETRO 2019: Exportação aquecida e estoque baixo sustentam preços do casca em 2019 - 09/01/2020 - MANDIOCA/RETRO 2019: Preços caem até setembro, mas se recuperam no final de 2019 -
voltar
Preencha o formulário para realizar o download
x
Deseja receber informações do Cepea?

Digite este código no campo ao lado