PIB-Agro/CEPEA: PIB-renda do agronegócio sobe 0,38% em julho, mas segue negativo no ano

Clique aqui e baixe release completo em word. 

 

Cepea, 06/11/2018 – A estimativa do PIB-renda do agronegócio brasileiro para 2018 teve alta de 0,38% em julho, mas segue com desempenho negativo de 0,85% no acumulado do ano, segundo estudos do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, em parceria com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil).

 

Os pesquisadores do Cepea destacam que o cenário ainda adverso na renda acumulada no agronegócio em 2018 está ligado à redução dos preços dos produtos agropecuários. Enquanto os preços dos produtos agrícolas registraram quedas significativas já no final de 2017 – com certa recuperação em 2018 –, os dos pecuários caíram ao longo deste ano como consequência do fechamento abrupto de importantes mercados externos destinos das carnes – bovina, suína e de aves – brasileiras. Soma-se a isso a lenta recuperação da atividade econômica brasileira como fator limitante do aquecimento da demanda.

 

Desde junho, a elevação nos preços – particularmente de produtos agrícolas – tem se mostrado mais consistente, o que, por sua vez, tem refletido em resultados mensais positivos, tanto da renda gerada no agronegócio como um todo quanto no segmento primário (dentro da porteira). Contudo, pesquisadores do Cepea indicam que ainda não se verifica reversão do desempenho negativo no acumulado do ano para a renda do setor.

 

CONTEXTO MACROECONÔMICO BRASILEIRO – O PIB brasileiro deve se consolidar com crescimento em 2018, mas com resultado aquém do que era esperado pelo mercado no início deste ano. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o PIB brasileiro cresceu 1,1% no primeiro semestre de 2018 com relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o último relatório Focus do Banco Central (de 1º de novembro deste ano), a estimativa de crescimento para o PIB, conforme média da análise de agentes do mercado, está em 1,36% para 2018, bastante abaixo dos 3,14% esperados no primeiro relatório, divulgado no início de janeiro.

 

Segundo pesquisadores do Cepea, esse baixo crescimento econômico segue acompanhado pela manutenção do elevado déficit público, pela alta taxa de desemprego e pela queda do poder de compra da população brasileira, além das instabilidades e incertezas do mercado associadas às especulações do período eleitoral. Este cenário é preocupante para todos os setores produtivos brasileiros, com destaque ao agronegócio, que também tem sofrido com elevações de custo. 

 

Clique aqui e confira relatório completo!

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações sobre o PIB brasileiro aqui e por meio da Comunicação Cepea, com o prof. Geraldo Barros e a pesquisadora Nicole Rennó: (19) 3429-8836 / 8837 e cepea@usp.br.

19/11/2008 - CUSTOS BOI: Confinamento no BR enfrenta os mesmos gargalos dos norte-americanos
  • Reposição chega a 62% do custo em MT
  • Insumos para construção civil impulsionam custos
  • Produtor de RO sente no bolso expansão da pecuária no estado - 06/11/2008 - CUSTOS BOI: Pecuária nacional confirma liderança mundial
  • Barreiras européias versus livre mercado
  • BR tem o menor ganho de peso diário, mas é altamente competitivo
  • Mesmo com sal supervalorizado, produtor não reduz consumo - 05/11/2008 - PECUÁRIA DE CORTE BRASILEIRA: Impactos ambientais e emissões de gases efeito estufa (GEE) - 31/10/2008 - LEITE: Preço cai e oferta cresce bem menos que nos anos anteriores - 27/10/2008 - MACRO: Índices de Exportações do Agronegócio
  • BR: Agronegócio exporta menos que em 2007
  • REG: Só CO e NE aumentam em 3% exportação
  • Conclusões
  • -
    09/10/2008 - PIB: Análise do PIB Agro de jul/08
  • Semestre inicia com desaceleração em insumos e dentro da porteira
  • Insumos: diminui o ritmo de crescimento de preços
  • Atividades dentro da porteira perdem aceleração - 02/10/2008 - LEITE: Terceira queda e ainda mais acentuada - 30/09/2008 - CUSTOS BOI: Análise junho/2008
  • Pela 1ª vez, arroba sobe mais que custo no 1º sem
  • Só em 4 estados situação é favorável ao produtor
  • Carne: agora o crescimento é do preço - 29/09/2008 - CUSTOS BOI: Análise maio/2008
  • Ganho de produtividade vem de recursos próprios
  • Alta dos custos ultrapassa 21% em apenas 5 meses
  • Inflação prejudica produtores e consumidores - 19/09/2008 - PIB AGRO MG: Agronegócio mineiro cresce quase 10% no primeiro semestre - 16/09/2008 - MILHO: Indicador do Cepea passa a liquidar contrato futuro do milho - 02/09/2008 - LEITE: Preço médio do leite é 7% menor que o de 1 ano atrás - 21/08/2008 - AGRONEGÓCIO: Commodities em alta de novo? - 21/08/2008 - CUSTOS BOI: Análise abril/08
  • Novos caminhos na análise de rentabilidade
  • Criar bezerros dá maior retorno ao pecuarista
  • Preços dos insumos seguem em disparada
  • Alta dos custos persiste e bate novo recorde - 14/08/2008 - AGRONEGÓCIO: O produtor pode ter caído mais uma vez na armadilha dos ciclos de mercado -
  • voltar
    Preencha o formulário para realizar o download
    x
    Deseja receber informações do Cepea?

    Digite este código no campo ao lado